Orientações

Como saber se uma criança está desenvolvendo diabetes?

O diabetes é uma doença endócrina caracterizada por um aumento do açúcar no sangue. No diabetes tipo 1 isto ocorre pela destruição das células beta do pâncreas. Este é o mais comum em crianças, e vem crescendo nos últimos anos, especialmente na faixa etária abaixo dos 5 anos. Os motivos deste aumento no número de casos, provavelmente são pelo contato com alguns fatores ambientais, tais como infecções virais (muitas vezes parecendo apenas um simples resfriado), rubéola e o contato precoce com o leite de vaca (em crianças menores de 1 ano).
Desta forma, crianças com predisposição genética e o contato com estes fatores ambientais, podem levar a destruição do pâncreas e início dos sintomas do diabetes. Este talvez seja o ponto mais importante, saber quais são os sintomas do diabetes para procurar rapidamente auxílio médico e assim não deixar evoluir para casos graves.

É bom salientar que as crianças menores de 2 anos podem apresentar os sintomas clássicos encontrados nas crianças maiores, entretanto na maioria das vezes são alterações mínimas que necessitam de muita atenção dos pais. Um exemplo é o fato de encontrar formigas nas fraldas. Isto ocorre porque parte do excesso de açúcar do sangue é eliminado na urina, sendo então alimento para as formigas e este pequeno detalhe pode fazer toda a diferença para o diagnóstico. Atenção especial também deve ser dada àquelas crianças que tinham largado as fraldas ou que não urinavam mais a noite e reiniciam com xixi na cama. Estas crianças devem sempre ser avaliadas, pois na maioria das vezes é o primeiro sintoma.
Se os pais procuram auxílio logo no início, geralmente são casos leves, sem maiores riscos. Caso contrário, a criança pode evoluir para desidratação grave até coma, é o que chamamos de Cetoacidose Diabética.
A forma de prevenir é procurar imediatamente um endocrinologista pediátrico, caso a criança apresente os sintomas acima, para que se inicie o tratamento precoce do diabetes e se evite os casos graves com risco de morte.